Abril / maio / junho de 2010
  • Finep investe R$ 2 milhões em Museu do Amanhã
  • Bruna Azevedo

A Financiadora de Estudos e Pesquisas (Finep) aprovou e irá investir R$ 2 milhões na construção do Museu do Amanhã. Com investimento total estimado em R$ 130 milhões, o museu será construído na praça Mauá, no Rio de Janeiro. A construção do museu faz parte do Projeto Porto Maravilha, lançado em junho de 2009, e destinado à revitalização da zona portuária do Rio, que abriga cerca de 22 mil habitantes e ocupa o 24º lugar no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da cidade.

O Museu do Amanhã tem como principal objetivo discutir a trajetória do homem no planeta e seu impacto sobre o clima, a diversidade biocultural, a qualidade e disponibilidade da água, a paisagem, dentre outros aspectos que caracterizam a sua relação com o espaço geográfico, conduzindo os visitantes a uma reflexão sobre as consequências das decisões do homem nos últimos cem anos.

Serão 12,5 mil metros quadrados dedicados a projetos voltados à popularização cultural e educacional da ciência, com atrações para todas as idades e públicos, baseadas na interatividade, simulação e inovação. A ideia é proporcionar maior contato com o conhecimento científico, ampliando também a participação dos visitantes em espaços digitais, tais como filmes 3D que permitirão ao usuário o aprendizado com emoção colocando-o na situação de protagonista da história.

O projeto do museu está alinhado com os princípios da museologia moderna, em que o projeto educativo inovador é materializado por meio de uma narrativa que utiliza obrigatoriamente recursos virtuais, imagens cenográficas, efeitos holográficos e atrações interativas.

A execução do projeto do museu, que tem o apoio da Fundação Roberto Marinho (FRM) e do Instituto Nacional de Tecnologia (INT), que é vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), está prevista em 12 meses, mas o início das obras ainda não tem data.

 

 

Quem somos | Vendas e assinaturas | Publicidade | Fale conosco

Revista Conhecimento & Inovação
ISSN 1984-4395

Realização: