Abril / maio / junho de 2010
  • ECOINOVAÇÃO
  • Tecido ecológico
  • Simone Pallone


O instituto-e é responsável pelo projeto e-fabrics, que procura identificar tecidos e materiais de origem sustentável, renováveis ou reciclados, e disponibiliza as informações para o mercado, colocando em contato as duas partes da cadeia produtiva, ou seja, o fabricante e o comprador da matéria-prima. Entre os critérios para participar do projeto, os materiais precisam oferecer menor impacto ao ambiente em seu processo produtivo; promover o resgate da diversidade de tradições culturais e fomentar relações éticas entre as comunidades e colaboradores. A iniciativa tem beneficiado o mercado com opções como o látex natural da Amazônia, feito de maneira sustentável e tingido com pigmentos naturais; couros de peixe — pirarucu e tilápia — e de rã, feitos a partir do descarte da indústria alimentícia. A seda ecológica é fiada à mão a partir de descarte da indústria, e tingida com pigmentos vegetais.

Quem somos | Vendas e assinaturas | Publicidade | Fale conosco

Revista Conhecimento & Inovação
ISSN 1984-4395

Realização: