Outubro / novembro / dezembro de 2008
  • NOTAS INOVAÇÃO
  • Programa viabiliza patenteamento

Propriedade intelectual nas instituições públicas de ensino e pesquisa foi tema de uma dissertação de mestrado defendida em agosto, no Departamento de Política Científica e Tecnológica da Unicamp, pela advogada Fernanda de Souza Arruda, com o objetivo de desenvolver e testar indicadores para avaliação de resultados e impactos do Programa de Propriedade Intelectual da Fapesp (Papi-Nuplitec).

Os pesquisadores beneficiários do programa, que possuíam pedidos de patentes depositados, foram entrevistados por meio de questionários aplicados via on-line, obtendo-se um índice de 85% de respostas. Fernanda constatou que os pesquisadores estão mais atentos às possíveis aplicações de suas pesquisas, mas a presença dos institutos de pesquisas públicos e privados, assim como das universidades privadas nos bancos de patentes, ainda é baixa. Fernanda concluiu, ainda, que pesquisadores com alta produtividade científica são os que mais patenteiam; os respondentes reconheceram que tiveram seu conhecimento sobre patentes ampliado por influência do programa; a atividade de busca nas bases mundiais de patentes ainda apresenta-se pouco apoiada e difundida; e falta apoio do programa na orientação para a redação de relatórios de patentes.

Outro apontamento da autora refere-se à motivação para patentear, que deveu-se principalmente ao interesse potencial de empreendedores na produção, comercialização ou uso das tecnologias oriundas dos pedidos de patente. Vale ressaltar que, a partir do Papi, foram criadas 9 empresas (spin-offs) e houve transferência de 16 tecnologias para empresas nacionais e 3 para empresas estrangeiras. Do total da amostra, apenas cinco tecnologias estão em fase de exploração comercial. Os dados mostram que duas das empresas que estão explorando as tecnologias têm faturamento total de aproximadamente R$ 700 mil anuais, sendo que uma fração desse faturamento – em torno de 45% – vem das tecnologias dessas patentes protegidas por intermédio do Papi.

Quem somos | Vendas e assinaturas | Publicidade | Fale conosco

Revista Conhecimento & Inovação
ISSN 1984-4395

Realização: