Setembro / outubro de 2007
  • ESTANTE
  • Os ETs e o ethos capitalista


E
m Os executivos das transnacionais e o espírito do capitalismo: capital humano e empreendedorismo como valores sociais, o sociólogo Osvaldo López Ruiz reúne evidências de que o neoliberalismo não é mera reedição do liberalismo do século XIX. Os executivos das corporações transnacionais (ETs) são empreendedores de outra natureza quando comparados aos de outrora.

São  capitalistas "de si mesmos", e não mais do próprio capital, fazendo evanescer a figura do trabalhador que lhe era contraposta. Num momento em que o eixo do capitalismo deslocou-se da troca para a concorrência, numa competição incessante, os ETs  encarnam um novo espírito do capitalismo: "os princípios que estabelecem e ordenam os sentidos dos indivíduos na sociedade foram transformados e agora seguem uma lógica de "investimento-crescimento" — como a de qualquer outra forma de capital  dentro da sociedade capitalista". O que Weber identificara na rígida doutrina do puritanismo calvinista, Ruiz encontra na Escola de Chicago.

 
Páginas: 320
Preço: R$ 48
Editora: Azougue Editorial
Ano: 2007

 



 

Quem somos | Vendas e assinaturas | Publicidade | Fale conosco

Revista Conhecimento & Inovação
ISSN 1984-4395

Realização: